GALERIA

O ajuste do tensor ou tirante define a curvatura do braço sofrida pela ação das cordas. Ao apertar, movendo a chave no sentido horário, o braço tende a ficar convexo, aproximando as cordas da escala. O tensor pode ter ação simples ou dupla, no caso da ação dupla, ao mover a chave no sentido anti-horário o tensor se solta e passa a sofrer tensão contrária deixando o braço côncavo e as cordas mais distantes da escala. Este ajuste é geralmente necessário quando se troca a tensão das cordas ou se observa uma diferença no trastejo ou na altura das cordas. Isso pode acontecer pela ação do tempo, frio ou calor. Essa é uma das etapas da regulagem geral que é feita na Bill's Rock Guitar Tech.

A ferramenta mais usada para este serviço é a chave allen, mas existem outros tipos de tensor onde são usadas chaves cachimbo, fenda ou tipo alavanca. 

Ajustar a altura das cordas com precisão, exige algumas ferramentas como o gabarito de radius que permite que se ajuste todas as cordas por igual. Com uma chave allen pequena se faz a regulagem de cada seadle de acordo com o gabarito (na imagem à direita, ponte tremolo, usada nas Fender's).

Na imagem à esquerda, a ponte tem dois pontos de regulagem, esta se chama tune-o-matic, muito comum nas Gibson's, o gabarito de radius, geralmente já vem definido no cavalete mas, se ouver necessidade de ajuste, deve ser feito com uma lima especial.

A ponte flutuante, também chamada Floyd Rose, possui dois pivôs onde é exercida a tensão das cordas e das molas e permite a livre movimentação com a ação da alavanca. A regulagem da altura é feita nestes pivôs através de uma chave allen. Um detalhe importante é o alinhamento desta ponte com o corpo que deve ficar paralelo, tendo que ser ajustado nas molas, de acordo com a tensão de cordas usadas.

O ajuste das molas é necessário para que se tenha a tensão adequada ao se usar a alavanca e o alinhamento da ponte com o corpo da guitarra. Essa tensão está diretamente ligada à bitola das cordas, sendo necessária sua regulagem quando da mudança desta tensão. Geralmente é usada uma chave philips e deve-se ter acesso ao gabinete das molas atrás da guitarra. Esse procedimento é feito em pontes trêmolo ou flutuantes (Floyd Rose). Obs.: o número de molas também determina esta tensão e podem ser removidas ou adicionadas.

Às vezes, se faz necessário um ajuste no nut (pestana), pelo desgaste ou pela própria fabricação, e esse ajuste é incluso na regulagem geral do instrumento. Se faz com limas especiais com medidas de acordo com cada corda, deixando a altura da corda em relação a escala de acordo com o nivelamento do braço. Se esse ajuste não for mais possível, é necessário a troca do mesmo. O material usado geralmente é plástico ou osso, podendo, em alguns casos, ser o latão. Uma régua especial também á usada no caso do novo nut, para o espaçamento perfeito entre as cordas. Na figura ao lado, é usado um gabarito para definir a profundidade da corda.